Tem “dores de burro”?

Tem “dores de burro”?

A dor de burro é aquela dor, tipo picada, que se localiza logo abaixo da caixa torácica e durante a prática de exercício físico. A maior parte das vezes, a dor é sentida no lado direito (pode dever-se ao facto do fígado se encontrar desse lado).

Ainda não se sabe concretamente quais as razões que despoletam esta dor. Mas não se preocupe porque a maior parte das teorias apresentadas são inofensivas, benignas e até fáceis de se resolver. Não há razão para alarme, uma vez que poderá significar apenas que não está a respirar correctamente ou que está a um ritmo demasiado elevado para a sua forma física.

COMO EVITAR?

  • Beba muitos líquidos;

  • Melhore a sua condição física e a musculatura abdominal;

  • Só comer até 2 a 3 horas antes da prática desportiva;

  • Faça sempre o aquecimento adequado à modalidade desportiva;

  • Aumente gradualmente a intensidade do exercício;

  • Aprenda a controlar a respiração.

 

COMO TRATAR?

  • Antes de arrancar, se a dor de burro é algo que já o incomoda: Fale com o seu médico de família;

  • Desacelere o ritmo do exercício até a dor desaparecer por completo;

  • Massajar a zona onde sente a pontada;

  • Pare e dobre-se para a frente, de modo a alongar o diafragma;

  • Eleve o braço direito para cima e incline-se para a esquerda, repita com o braço contrário, para direita.

É natural que todos nós já tenhamos experienciado a dor de burro. Mas que não seja razão para desistir dos seus treinos.

As duas maiores causas desta dor estão relacionadas com a respiração e o cansaço excessivo.

Abrande o ritmo, melhore a sua respiração e, com o tempo, verificará que a dor acaba por ser menos frequente e, por fim, desaparecerá por completo.

(Leia mais sobre “dor de burro”)