Roupa de corrida – 5 regras importantes

Roupa de corrida – 5 regras importantes

A roupa de corrida é tão importante como próprio treino. Deve proporcionar um isolamento e uma regulação térmica optimizada para uma circulação constante do ar durante o treino.
Deve ser de manutenção fácil: lavável à máquina ou a mão a 30º e de secagem rápida. Não deverá secar na máquina ou em frente a um aquecedor!
Vestir a roupa de corrida adequada é indispensável para que se sinta tranquilo e confortável durante o treino!
 
AS CINCO REGRAS A TER EM CONTA NA ESCOLHA DA ROUPA DE CORRIDA:


1.
A camada zero é a roupa que se veste mais próxima do corpo, também conhecida como segunda pele. Proporciona um bom suporte e aquecimento muscular. Deve ser feita de um material respirável. Promove uma sensação de calor constante e facilita os movimentos. Os materiais utilizados têm que ser respiráveis.
No caso das mulheres é indispensável um soutien próprio para o efeito no qual deverá ter em conta: Facilidade dos movimentos, sustentação reforçada, absorção de choques, materiais que deixem respirar e sem costuras!


2.
Na prática do desporto e em especial na roupa de corrida deveremos também ter em conta a importância de manter a temperatura corporal e de conservar a pele o mais seca possível, mesmo que a corrida seja muito intensa, longa ou em ambiente exterior.
Evitar o algodão, já que absorve o suor e, consequentemente, arrefece a pele.
Escolher sempre materiais respiráveis à base de fibras de poliéster, poliamida e elastano que possibilitam a transpiração para o exterior e mantêm a temperatura corporal.


3.
Adaptar a sua roupa de corrida às condições climatéricas para que não sinta nem muito frio nem muito calor e para que não se constipe! O casaco ou camisola serve apenas para os dias mais frios e tem como objectivo proteger o corpo do frio e manter a temperatura corporal. Estes materiais deverão ser quentes, leves e arejados.


4.
E quando o vento não dá tréguas, o que acontece muitas vezes, devemos usar por cima da t’shirt , um casaco corta-vento adaptado à corrida para isolar o corpo da temperatura exterior, mas que irá impedir sobretudo que o vento penetre. No caso de chuva, também há corta-ventos impermeáveis. Evite casacos não-respirantes!
É importante que saiba que durante a corrida, uma vez que apanhe uma chuvada fresquinha, será impossível voltar a aquecer-se!


5.
Por último, mas nunca em último! Os ténis de corrida.
Os modelos estão separados em várias categorias: Amortecimento; estabilidade; leveza e corrida de montanha. Há um mundo de ténis próprios para a corrida. Sabe quais os mais apropriados ao seu pé / passada / postura?
Antes de mais, deve ter em conta o seu objectivo:

  • Se vai começar a correr: Vai precisar de uns ténis mais estruturados, que priorizem o amortecimento;
  • Se está num nível intermédio de corrida: o ideal é intercalar uns ténis mais estruturados para os treinos longos e outros mais leves para os treinos de velocidade;
  • Se é mais experiente: Escolha uns ténis mais leves que favoreçam a performance.

Por outro lado, tem que saber qual o seu tipo de passada, algo que poderá testar junto de qualquer loja especializada em corrida. Há ténis para supinadores e pronadores que reajustam a posição do pé para irem ao encontro do alinhamento corporal ideal.
Outro factor importante é o conforto. Com uns ténis confortáveis a passada será mais natural, não terá dores e os desvios corporais serão minimizados durante a corrida.