Correr provoca alterações no cérebro

Correr provoca alterações no cérebro

Não é novidade que quando corremos sentimo-nos bem melhor. Há uma sensação de limpeza mental. A seguir a uma corrida entramos tantas vezes num estado zen. Abrimos caminho para um dia feliz, com boa disposição e até nos sentimos mais criativos e disponíveis. Concorda? Claro que concorda! Até porque aquilo que sentimos já foi comprovado por neurocientistas. Nesta pesquisa concluiu-se que, de facto, quando existe uma prática consistente de exercício aeróbico, dão-se alterações tanto a nível da clareza cognitiva como do bem-estar emocional. Segundo Karen Postal (Presidente da Academia Americana de Neuropsicologia clínica), bastam 30 a 40 minutos de corrida vigorosa para nascerem novos neurónios!
Antigamente acreditava-se que cada pessoa nascia com um determinado número de neurónios, mas hoje já se sabe que não é assim. Os neurónios são continuamente produzidos no cérebro durante a nossa vida e, até agora, só se conhece o exercício físico vigoroso como desencadeador do nascimento de novos neurónios.
Basicamente e resumindo, aquilo que lhe estamos a dizer é que CORRER ALÉM DE LHE PROPORCIONAR BEM-ESTAR, POSITIVISMO, ALEGRIA E SAÚDE FISICA, TAMBÉM LHE PROPORCIONA INTELIGÊNCIA E SAÚDE MENTAL…
Então e, agora, de que é que está à espera para se pôr A CORRER?! (LER MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO)